Gerenciar uma loja virtual não é fácil. É necessário ter muito conhecimento e técnica para colocar tudo que é preciso pôr em prática e conseguir os melhores resultados. Por exemplo, você sabe como vender no ecommerce usando SEO? Se não, precisa aprender. Afinal de contas, é essencial aprender como usar o SEO para melhorar as suas vendas online, seja qual for o seu tipo de loja.

Hoje em dia, o Google move mais de 100 bilhões de pesquisas por mês. Isso significa que a cada segundo, mais de 38 mil pesquisas são feitas. Até você terminar de ler este artigo, mais de 10 milhões de buscas terão sido realizadas no Google. Ou seja: o buscador é a maior fonte de tráfego do planeta de longe! Por causa disso, é importante que você saiba como otimizar o seu ecommerce usando técnicas de SEO para vender mais. 100 bilhões de também é o faturamento que o setor de lojas digitais teve em 2020.

E aí, quer aprender como vender no ecommerce usando SEO? Então é só seguir as dicas abaixo!

4 dicas de como vender no ecommerce usando SEO

1. Entenda o que faz o SEO de um site melhorar

Muitas pessoas acreditam que SEO é algum tipo de fórmula mágica ou configuração especial que se coloca em um site, como um pedaço de código. Pronto, agora o site vai performar melhor. Não é bem assim.

De fato, o SEO é uma espécie de fórmula, mas do Google. É o buscador que calcula as coisas com base em mais de 200 fatores para saber qual site recomendar aos usuários.

No entanto, esses 200 fatores estão abrigados em 4 grupos principais. São eles:

  • autoridade;
  • experiência do usuário;
  • prova social;
  • otimização técnica.

Por exemplo, a autoridade é medida pela quantidade de links que um domínio recebe, o tipo de assunto, quais são as empresas que linkam para ele e muito mais. Já a experiência do usuário é medida por taxas e métricas como taxa de rejeição, taxa de cliques e muito mais.

Sabendo como o SEO funciona, é possível otimizar o seu site aos poucos para gerar melhores resultados nas buscas e nas conversões. Por exemplo, é importante criar cores bem contrastantes para os botões de CTA do seu ecommerce. Botões como o de Comprar, por exemplo, devem estar bem visíveis e chamativos. Isso gera mais resultados e, por consequência, menos taxa de rejeição e melhora o SEO.

2. Foque muitos esforços na otimização para o usuário

Como deu para ver, a experiência do usuário é essencial para o seu SEO. Por isso, foque em proporcionar a melhor experiência possível para o seu cliente. Isso significa facilitar ao máximo a compra, deixar o layout do site bem simples e legível, encontrar as informações com facilidade e mais.

Além disso, é importante também manter o site sempre funcional. Isso significa ter o servidor sempre no ar, com a velocidade em alta e sem bugs. Isso ajudará a manter a experiência do usuário em alta e melhorará o seu posicionamento.

3. Gere tráfego para seus pontos de venda

Mesmo o site mais otimizado do mundo demorará bastante para se posicionar bem no Google sem um fator: tráfego. Na Internet, quanto mais tráfego, mais tráfego que se tem. Ou menos. Confuso? É fácil de entender!

Quanto mais tráfego se tem, mais sólidos são os números obtidos. Por exemplo, suponha que seu site tenha 1 milhão de visitas por mês e uma taxa de rejeição de 12%. Ou seja: 880.000 pessoas curtem o que encontram e 120.000 vão procurar em outro lugar. Isso gera bastante solidez para o seu site. Portanto, se tiver um probleminha e, em um momento, cerca de 1.500 pessoas a mais rejeitaram o site, você não sofre tanto assim com o problema. No entanto, o oposto é verdadeiro: se o site estiver ruim, será mais difícil reverter o problema.

Por isso, é importante você gerar tráfego para seus pontos de venda para melhorar a conversão. Isso inclui desde o seu site próprio até as redes sociais, passando por presença na lista de lojas de tecnologia no Rappi e muito mais.

4. Use conteúdo para atrair pessoas

Poucas são as lojas digitais e ecommerce que usam conteúdo para atrair os clientes. Isso é um erro grave, já que a produção de conteúdo é muito poderosa para atrair pessoas.

Por exemplo, imagine que sua loja venda varas de pesca. Você fez uma pesquisa no Google e descobriu que há um excelente volume de tráfego para palavras-chave como:

  • “comprar vara de pesca”;
  • “como escolher vara de pesca”;
  • “vara de pesca”
  • “varas para molinete”
  • “tipos de vara de pescar”

Com base nisso, você poderá montar uma Landing Page com uma listagem de todas as suas varas de pescar, mas também um longo conteúdo (mais de 3000 palavras) falando sobre varas de pescar, como escolhê-las e usando essas palavras-chave da lista. O resultado será que esse conteúdo receberá fluxo de tráfego de todas essas palavras e aumentará suas vendas e conversões.

Pronto! Agora você já sabe como vender no ecommerce usando SEO. Com essas dicas, você poderá usar uma arma que a maioria das lojas digitais não exploram. Isso mesmo: a maior parte dos ecommerces no país depende de a) ser famoso ou b) tráfego pago. São pouquíssimos os que exploram a ferramenta de tráfego orgânico do Google. Portanto, se você usar, sairá na frente da sua concorrência.

Gostou das dicas? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *