Saber como usar o Google Data Studio é importante para todo profissional de marketing e para todo empreendedor que tem um site próprio. Afinal de contas, a ferramenta oferece diversos insights poderosos para analisar como o seu site está se comportando na Internet e como a sua estratégia de marketing vem trazendo resultados (e se eles são os adequados para o seu objetivo).

A análise de dados é uma das tarefas mais importantes dentro de uma estratégia de Marketing Digital. O fato de que existem milhares de pontos de dados para cada ação feita (desde a publicação de um blog post até o investimento em anúncios) é justamente o que faz com que o Marketing Digital seja tão eficaz em trazer resultados com pouco investimento. Esse é um dos principais segredos de um bom trabalho de SEO, conforme os grandes líderes de mercado fazem, como a Chili, agência de Marketing Digital, por exemplo.

Para isso, no entanto, é importante entender como usar o Google Data Studio. Quer saber como usar a ferramenta do jeito certo? Então siga a leitura do artigo abaixo para ver algumas dicas sobre o assunto e dominar esse recurso à sua disposição!

4 dicas de como usar o Google Data Studio

1. Defina seus objetivos

O Google Data Studios é uma ferramenta capaz de organizar relatórios de dados de forma visual e intuitiva. Para isso, no entanto, é vital entender qual é o objetivo que você quer alcançar com aquele relatório. Ou seja: qual é a história que você quer contar ou descobrir com o relatório que será desenvolvido? Isso é vital para entender como montar o seu relatório.

Por exemplo, suponha que você queira montar um relatório sobre a eficácia da sua estratégia de atração de público no Google (lembrando que o buscador tem mais de 100 bilhões de pesquisas mensais). Nesse caso, você precisaria definir de início uma série de indicadores de desempenho e métricas específicas relacionadas a esse assunto (quantas pessoas chegam ao seu site via Google, por quais artigos e conteúdos, quais as palavras-chave mais importantes). Com base nisso, você poderá, então, elaborar alguns insights muito valiosos. Por exemplo, poderá cruzar os dados e entender como o crescimento em posicionamento no Google aumenta as suas visitas. Isso permite entender, de maneira indireta, o ROI da sua estratégia de SEO (afinal, cada aumento de posicionamento terá um “retorno médio” com base no retorno obtido pelos seus visitantes).

2. Integre fontes de dados

Existem muitas fontes de dados que você deve integrar no seu Google Data Studio. É claro que as fontes ideais dependerão do seu objetivo, mas é importante ter em mente que a ferramenta tem compatibilidade com diversas fontes de dados, como o Google Analytics (já integrado), o Google Ads, Google Sheets, Search Console e muitos outros.

Além de ferramentas do próprio Google, existem integrações com ferramentas de terceiros também, como as redes sociais, softwares de gestão (Hubspot, SEMRush, RD Station e outros).

3. Explore a galeria de relatórios e templates

Na hora de montar o seu relatório, pode ser que você acabe ficando um pouco perdido sem saber exatamente o que fazer. Esse sentimento é muito comum.

É por isso que existe a galeria de relatórios e templates no Google Data Studio. Com ela, é possível importar um template para um relatório do tipo e já sair com os dados prontos e montados para você. Depois, você só precisará analisar o resultado.

Isso não é um atalho para substituir a sua análise de dados, mas sim uma ajuda para conseguir escolher as opções visuais mais fáceis para você. E por falar nisso…

4. Seja mais visual

Um dos benefícios mais interessantes do Google Data Studio é o fato da ferramenta permitir uma análise mais visual dos dados coletados nas suas estratégias de Marketing Digital.

Em outros termos, a ferramenta é um facilitador visual para traduzir os seus dados em insight. Para isso, no entanto, é vital ser visual, usar e abusar de ferramentas visuais, cores, gráficos e muito mais para trabalhar com os dados.

Lembre-se: há uma história e um insight por trás de cada dado. As ferramentas visuais ajudam a expor essa história e esse insight. Isso está em cada forma como o crescimento é retratado, nas cores usadas, no tamanho dos dados e por aí vai.

Pronto! Agora que você já aprendeu como usar o Google Data Studio da melhor forma possível para a sua estratégia de Marketing Digital, é hora de colocar esse conhecimento em prática. Lembre-se de avaliar os resultados de cada ação feita, realizar Testes A/B e investir em soluções elaboradas com base nos insights coletados através dessa análise e dos relatórios criados na ferramenta.

Gostou das dicas? Acha que o Google Data Studio vai ajudar na sua estratégia? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Leia também:
Marketing para franquias: o que é, estratégias e como fazer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *