Como fazer para seu site ficar na primeira página do Google: Entenda como fazemos

Para ter o site na primeira página do Google, é imprescindível utilizar técnicas de SEO.

Alcançar o topo do ranking e gerar muitos cliques à própria página é o desejo de todo mundo que está na Internet, não é?

Porém, o SEO não é uma estratégia conhecida por todos. Apenas alguns a dominam. Quer entender melhor do que estamos falando? Então continue a leitura e entenda como fazer isso!

 

O que é SEO

O SEO é um conjunto de técnicas de otimização para mecanismos de buscas em sites e artigos, para que as páginas possam ser encontradas nas primeiras posições dos buscadores. Como a maioria das pessoas usa mesmo o Google, ele acaba sendo parâmetro para essa avaliação. Mas podem ser usados outros, como o Bing e o Yahoo!

E por que é importante estar nessas primeiras posições?

Para que as pessoas consigam encontrar de forma fácil um produto ou serviço que você ofereça. E assim aumentar suas chances de venda.

Portanto, estar na primeira página é ter uma posição privilegiada, pois é nela que se dá a grande parte dos cliques pelos usuários.

Então, como dito, o SEO é um conjunto de técnicas. Isso porque não existe uma única coisa a se fazer. É preciso utilizar várias ações. “E quais ações seriam essas?” é o que você deve estar se perguntando, não é mesmo?

O Google usa cerca de 200 fatores para rankear bem um site. Os principais são os seguintes:

 

1. Tempo de carregamento dos sites

A velocidade em que a página carrega é um dos fatores importantes para a experiência do usuário ao navegar. Se o carregamento for lento, ele logo se cansa e desiste do site.

 

2. Responsividade Mobile

As pessoas estão conectadas em seus celulares o tempo todo. O Google já se posicionou dizendo que os sites que tivessem uma boa responsividade para tablets e smartphones levariam vantagem.

 

3. Sites seguros

Os sites que usam certificado HTTPS e SSL também possuem mais chances de conseguir melhor posição no ranking.  Esse protocolo permite que a comunicação entre o servidor e o computador de quem o acessa seja mais segura.

 

4. Design do site

O modo como o site é arquitetado poderá dificultar ou facilitar a experiência do usuário. Uma página que não seja intuitiva ou tenha botões escondidos tende a ser mais rejeitada.

 

5. Idade do site

Os sites mais antigos, mas que continuam tendo os conteúdos atualizados, tendem a apresentar melhores posições para o Google.

 

6. URLs curtas e objetivas

As URLs precisam descrever de forma direta e com poucas palavras o conteúdo da página.

 

7. Palavra-chave nos locais corretos

As keywords precisam ser colocadas nas URLs, nos títulos das páginas, nas imagens, na meta description e, ainda, serem inseridas ao logo do artigo nas posições apropriadas. As palavras-chave precisam ser usadas como um conjunto, e não apenas em um lugar isolado.

 

8. Links internos e externos

Os links ditam a importância e popularidade de um site.  É importante trabalhar com uma linkagem interna, dentro dos seus artigos, apontando para outros artigos do seu próprio site. Mas é mais relevante ainda você conseguir links de outros sites importantes que apontem para o seu.

Todavia, esses sites não podem ter má reputação e precisam ser de um tema aproximado ao seu. Caso contrário, o Google poderá penalizar a sua página.

 

9. Conteúdo de qualidade

Esse é um dos fatores mais importantes. Por isso tanto se fala em marketing de conteúdo hoje em dia.

vantagem de se trabalhar com um blog dentro do próprio site é que você consegue atrair muitos clientes ao seu serviço. Porém, o conteúdo dos artigos precisa ser de qualidade e possuir técnicas de SEO aplicadas nele.

O Google prioriza as páginas em que o tempo de permanência do usuário nela é maior. Ele consegue perceber quando alguém clica no link e não lê o artigo até o final. Esse mecanismo, chamado bounce rate, ou taxa de rejeição, diz para os robôs do Google que o conteúdo escrito não responde às perguntas do leitor.

 

Estamos na primeira página do Google

Um exemplo, para você perceber o que conseguimos fazer no Meu Redator, é que estamos na primeira página do Google quando alguém digita a palavra-chave “redator freelancer”.

Perceba que a URL é simples, temos a palavra-chave no título e ao longo do artigo e ainda um conteúdo de qualidade, que garante que o usuário leia o texto até o final.

Além disso, temos um trabalho especial no site, com responsividade móbile, certificado HTTPS, com um design intuitivo para o visitante.

Estar nos primeiros resultados com essa keyword não é fácil, pois a concorrência com ela é imensa. Porém, como você percebeu, não é impossível. É preciso fazer um trabalho de SEO em muitos fatores para que apareçam os efeitos dele.

 

Verdades e mitos sobre SEO

Os mitos fazem parte de toda teoria. Aqui não é diferente. Acompanhe alguns:

 

1. O SEO é feito apenas uma vez

Mito. De tempos em tempos as regras de SEO são alteradas. Então você precisa ficar por dentro do que está funcionando no momento. Além disso, os concorrentes também estão tentando melhorar suas estratégias o tempo todo.

 

2. Comprar links pode prejudicar o site

Verdade. Esse fator tem um risco elevado de violar as diretrizes do Google para uma boa prática de SEO e fazer sua página cair no ranking.

 

3. Os pop-ups podem afetar a página

Verdade. Muitos pop-ups podem dificultar a experiência do usuário no site, fazendo com que ele se canse e busque outro.

 

4. SEO demora bastante tempo para dar um resultado

Mito. Vai depender de muitos detalhes, como a concorrência, por exemplo.  Em alguns casos, em pouco tempo você poderá conseguir o topo.

 

5. Quanto mais keywords usar, melhor

Mito. Isso já foi uma verdade. Porém, no momento atual, um site que possua palavras-chave de forma exagerada pode ser penalizado pelo Google, por ter cometido o “keyword stuffing”, algo que ele abomina.

 

Aqui na Santa Agência e no Meu Redator, também ajudamos nossos clientes a alcançar melhores resultados por meio dos artigos otimizados com as técnicas de SEO.

Além disso, nossos redatores trabalham, ao longo do texto, com diversas estratégias de marketing, como o inboud marketing e copywriting, mantendo, sempre, a mesma  qualidade do conteúdo.

Entre em contato com a Santa Agência ou pelo Meu Redator e contrate seus artigos com técnicas de SEO para melhorar seu posicionamento no Google.

Coisas que você deve evitar no marketing de conteúdo

Produção de conteúdos para a web, visando ao marketing de conteúdo, requer técnicas específicas. Você precisa escrever um artigo com qualidade, exclusivo, que encante o leitor, que tenha táticas de SEO.

Provavelmente, muitas dessas regras você já deve ter conhecimento. Mas você sabe o que não deve fazer jamais?

Entenda aqui o que pode comprometer o seu marketing e fique longe disso! Continue reading “Coisas que você deve evitar no marketing de conteúdo”

15 fatores de SEO que todo profissional de marketing precisa conhecer e aplicar

SEO não é assunto de desconhecimento para profissionais de marketing por excelência. Porque podemos afirmar isso? Existe muita discussão sobre o que deveria ter mais relevância. Alguns questionamentos importantes envolvem os seguintes pontos: Continue reading “15 fatores de SEO que todo profissional de marketing precisa conhecer e aplicar”

Se o conteúdo é rei, então você deve garantir o palácio!

Escaneabilidade: se você trabalha como redator, analista de SEO ou conteudista profissional, é provável que conheça esse conceito. Escanear um conteúdo não é só para conteúdos escritos. Alguns defendem a ideia de que o ser humano sempre foi, em essência, um escaneador de informações, mesmo nos primórdios da história. Continue reading “Se o conteúdo é rei, então você deve garantir o palácio!”

Seu site não tem visitas? Saiba como um blog pode atrair visitantes para seu site e aumentar as suas vendas

Colocar sua empresa em plataformas online é, sem dúvida alguma, uma das melhores maneiras de promover o seu produto e/ou serviço, aumentar a sua rede de clientes e, consequentemente, suas vendas. Entretanto, não se trata de um trabalho simples! Para que você ganhe engajamento, tráfego e visibilidade para o seu site, é necessário que você utilize de diversas ferramentas online.

O uso das redes sociais se mostra, a cada dia, um importante aliado no alcance de metas de vendas e participação de público. Mas não são apenas elas que podem lhe ajudar a atingir os seus objetivos. Você sabia que existe, por exemplo, uma maneira mais prática e eficaz para atrair visitantes para o seu site, aumentar as suas vendas e, ainda por cima, permitir que você compartilhe o conteúdo nas redes sociais da sua empresa? Sim, criar um blog institucional proporciona essa série de vantagens, trazendo inúmeros benefícios para o seu site! Mas de que maneira isso acontece?

Para responder a essa questão, nós, da Santa Agência, preparamos para você um material completo sobre a importância de criar um blog para a sua empresa. Também explicaremos de que forma esse recurso ajudará a expandir o tráfego de visitas no seu site e aumentar as suas vendas. Confira!

Por que minha empresa deve ter um blog?

1 – Um blog corporativo é, na verdade, uma espécie de diário online da empresa, permitindo o compartilhamento de informações a partir de um ou mais colaboradores. Ou seja, é o local onde você adiciona, constantemente, as informações mais atuais sobre os seus produtos, sobre a sua empresa ou as principais novidades do setor.

2 – Por sua flexibilidade e interface simples, é possível que você tenha mais facilidade na comunicação tanto com os clientes, quanto com a sua equipe. O blog proporciona alto engajamento com os usuários e rápido acesso às informações.

3 – Você pode estruturar o seu blog de diversas maneiras e deixá-lo com a cara da empresa ou produto. Criando um subdomínio dentro do seu próprio site, irá estimular o usuário a permanecer mais tempo em sua página. Também é possível adquirir um domínio à parte que promova o tráfego do público-alvo entre diferentes plataformas de divulgação.

4 – Ter um blog corporativo com certeza melhorará o relacionamento de sua empresa com o público, atrairá novos clientes para a plataforma, aumentará o engajamento dos visitantes no seu site e redes sociais e aumentará o número de compartilhamentos de conteúdo.

5 – Somado às técnicas de SEO, o blog também será responsável por tornar seu site mais visível nos mecanismos de busca da web, melhorando seu ranqueamento e rastreabilidade.

6 – Outra vantagem que a plataforma blog proporciona é aproximação quase que instantânea de sua empresa/produto com as necessidades de seus clientes. Isso se dá graças à interação proporcionada por esse tipo de plataforma, já que é possível acompanhar e responder dúvidas, críticas e sugestões dos usuários.

Como aumentar minhas visitas e vendas com o blog?

1 – A criação de um blog é uma das mais eficazes formas de gerar tráfego em sites. Por meio dele, você apresenta aos seus usuários mais uma maneira de interagir, ampliando o número de visitas a partir do compartilhamento do conteúdo nas redes sociais que a sua empresa utiliza.

2 – O processo de compartilhamento de conteúdo dá destaque ao seu site nos mecanismos de busca da internet e promove maior fluxo de novos visitantes, além de ser uma excelente maneira de aumentar o engajamento dos seus clientes.

3 – Para garantir a eficácia da ferramenta, procure ter atenção ao criar os conteúdos. Lembre-se de que as informações devem ser interessantes e atuais, e que, principalmente, tenham relevância para a audiência. Assuntos interessantes geram participação e acessos e, consequentemente, maior número de visitas e vendas. Vale lembrar que, ao escrever um novo texto, é importante que você aplique as técnicas de SEO, a fim de maximizar o impacto de sua marca na rede e aumentar ainda mais as chances de compartilhamento.

4 – Estimule os visitantes com conteúdos interessantes e relevantes e crie Newsletters ou RSS, mecanismos de assinatura, para que eles possam acompanhar as novidades do seu blog e passar de leitores ocasionais para leitores frequentes e participativos.

5 – Publicar com frequência também gera engajamento, maior número de visitas e aumento de vendas. Lembre-se de que o cliente recebe informações constantemente, e que a melhor maneira de transformar seu site na primeira opção dele é se mantendo atualizado. Não se preocupe com os temas e assuntos de seus textos, pois a fonte de inspiração virá de suas vivências, novidades e lançamentos e, principalmente, das informações trocadas entre você e seus clientes.

6 – Participar de outros blogs similares ao seu, comentar posts de outras páginas e participar de fóruns de discussão serão boas maneiras de ter inspiração para novos conteúdos e criar sua rede de networking. Uma rede bem segmentada trará grandes benefícios para o seu blog e, como consequência disso, maior fluxo e engajamento de novos e antigos vistantes nas suas páginas.

7 – Procure inserir artigos de parceiros em seu blog e disponibilize links internos e externos no seu conteúdo, gerando tráfego e educando a sua audiência a se movimentar por diferentes plataformas. Escrever em blogs de parceiros também pode ser bem interessante para adquirir novos visitantes. Crie links para o seu site e desenvolva a sua biografia ou da sua empresa.

8 – Vale lembrar, mais uma vez, da importância de criar relacionamento com o público. Não deixe de responder perguntas e interagir nos comentários. Tenha sempre em mente que você deve acompanhar, também, o e-mail da empresa e responder a todos, independente do conteúdo das dúvidas ou sugestões. Não deixe que sua imagem seja afetada por falta de comunicação entre você e o público.

9 – Crie promoções e campanhas em seu blog que levem o cliente para o seu site. Você pode fazer isso por meio de sorteios, concursos, cupons ou brindes, gerando maior tráfego e visitas de usuários na sua página.

10 – Para finalizar, é muito importante que você mantenha o seu site tão atualizado quanto o blog. Procure renovar seus produtos e conteúdo sempre, criando novas possibilidades de despertar desejo nos clientes em potencial.

Lembre-se de criar o blog da sua empresa com o mesmo cuidado e atenção que você dedica ao site e às redes sociais. Apesar de diferentes entre si, as plataformas promovem o tráfego constante de clientes e não devem ser descuidadas ou esquecidas por você.

Dica de leitura: Como criar conteúdo atrativo para que a sua audiência permanece no seu site.

 

Conheça o Google Keyword Planner e alavanque os índices do seu site

A fim de ajudar desenvolvedores iniciantes e profissionais da área de marketing digital, a plataforma Google Adwords acaba de aprimorar uma ferramenta bastante conhecida e difundida no meio, o planejador de palavras-chave Keyword Planner. As melhorias possibilitam que o usuário colete e compare dados de maneira a lhe ajudar a alavancar e dar mais visibilidade as suas campanhas e anúncios. Nós, da Santa Agência, preparamos para você uma análise completa dessa ferramenta, que poderá ser uma boa opção para alcançar os seus objetivos. Continue reading “Conheça o Google Keyword Planner e alavanque os índices do seu site”

Como aumentar a visibilidade utilizando técnicas de marketing

No cenário atual de crescentes transformações digitais, podemos observar o surgimento constante de novas tendências e técnicas de marketing. Em sua maioria, esses novos recursos são voltados, exclusivamente, para o aumento da visibilidade de empresas, produtos e serviços online e/ou off-line. O fato é que todo tipo de estratégia pode ser abordado e desenvolvido por sua empresa a fim de alcançar os objetivos. Entretanto, como saber qual estratégia se encaixa melhor no seu perfil ou no perfil do cliente?  Continue reading “Como aumentar a visibilidade utilizando técnicas de marketing”

Confira as melhores ferramentas disponíveis na web para produzir conteúdo

Produzir conteúdo diversificado e com qualidade na web, em um cenário em que a oferta de profissionais e a demanda por material online é cada vez maior, pode exigir mais atenção e dedicação do que se imagina. Além de ter boas ideias, o produtor de conteúdo deve não só estar sempre atualizado e em contato com as novidades, mas também praticar o exercício da leitura e conhecer os mais variados assuntos a fim de desenvolver materiais que despertem o interesse do leitor.  

A busca por melhores resultados tornou o uso de ferramentas voltadas para a produção de conteúdo uma prática cada vez mais difundida entre redatores profissionais e amadores. Com o objetivo de otimizar o tempo de produção, melhorar a qualidade da escrita, diversificar temas, organizar tarefas e, inclusive, encontrar maneiras mais interessantes de produzir conteúdos, o uso dessas ferramentas pode ser uma boa pedida. Que tal conferir algumas delas?

 

Google Trends

Ao sugerir pautas, ou mesmo antes de desenvolver um conteúdo próprio, é importante que você saiba quais são os assuntos mais comentados e que mais aparecem nas buscas online. Usando o Google Trends, você poderá identificar, através de listas já existentes, ou a partir de palavras-chave, qual é a relevância do assunto pesquisado, bem como seu impacto na web. Também é possível segmentar suas buscas por locais específicos, ou períodos de tempo, que a palavra ou assunto esteve em maior evidência nas buscas online. No final da página, você também vai encontrar uma lista completa de palavras relacionadas a sua pesquisa, que lhe darão excelentes ideias de variações e facilitarão o desenvolvimento de seu conteúdo, sem que haja repetições constantes do mesmo termo.

 

Answer the Public

Ideal para criar e desenvolver boas ideias a partir da utilização de palavras-chave, o Answer the Public é a ferramenta certa para quem deseja planejar conteúdos com criatividade e inovação. Ao acessar essa ferramenta, é possível inserir a palavra da qual você busca inspiração para novos temas ou títulos em seus textos, escolher o país no qual deseja que a busca seja realizada e deixar que os resultados sejam colhidos pela web. Em poucos segundos, você terá em mãos uma lista completa de sugestões, títulos de pesquisas na web, possíveis utilizações, variações e combinações de palavras. Tudo isso com base nas buscas realizadas no Google.

 

Keyword Tool

Mais uma opção de ferramenta da web que busca por variações e volume de ocorrência de busca no Google, o Keyword Tool lhe ajudará na hora de criar conteúdos mais interessantes e nada repetitivos. Você pode inserir a palavra-chave no buscador do software e ele lhe retornará não somente com as estatísticas de busca daquela palavra, mas também suas variações. Apesar de ser uma ferramenta paga, ela disponibiliza algumas funcionalidades gratuitas.

 

Hubspot

Muito utilizada por desenvolvedores e uma das maiores referências para quem trabalha com marketing de conteúdo, o Hubspot é a melhor ferramenta disponível no mercado para quem precisa de sugestões de títulos impactantes ao criar conteúdo web. Apesar de ser desenvolvida em inglês, essa ferramenta é uma excelente fonte de inspiração. Ao entrar na página, basta que você digite os três termos mais relevantes que serão abordados em seu texto e aguarde pelas sugestões que ela lhe dará. Para otimizar seu trabalho, sugerimos que você escreva os termos em inglês, copie as sugestões e depois faça as traduções para o português.

 

Dicionário de Sinônimos e Antônimos

Na hora de produzir conteúdo web, é comum ter dificuldades em encontrar palavras ou termos que possam ser substituídos para evitar a repetição desnecessária de palavras. Para empregar qualidade aos seus textos e otimizar seu tempo, basta acessar o Dicionário de Sinônimos, inserir a palavra ou termo que será substituído, e aguardar pelas sugestões da plataforma. A busca por palavras ou termos com significados opostos ao que você está escrevendo também não é simples, por isso, o Dicionário de Antônimos é indispensável para quem produz conteúdo web. Com plataforma simples e um acervo completo de sinônimos e antônimos, esses dois dicionários poderão servir como aliados durante as dúvidas.

 

Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa

Desenvolvida pela Academia Brasileira de Letras em versão totalmente gratuita, esta ferramenta contém uma base de quase 400 mil vocábulos, permitindo que o usuário faça qualquer tipo de pesquisa sobre a grafia de palavras. Também é possível utilizar a plataforma para buscar resultados precisos de acordo com o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Além da pesquisa por verbetes e sua grafia correta, você ainda recebe sugestões e indicações de termos relacionados a sua busca.

 

Google Docs

Atualmente, o editor de texto do Google Docs é o aplicativo online de maior procura e visibilidade por quem produz conteúdo web. Além de rápida, a ferramenta ainda conta com muitas funcionalidades. Desenvolvido com interface simples, que o coloca entre as mais famosas e acessadas dentre a classe de plataformas para edição de conteúdo, o Google Docs armazena todos os arquivos de texto, organiza e categoriza, tornando mais fácil a familiarização do usuário com a  plataforma. Totalmente gratuito, o Docs ainda permite que o usuário instale add-ons para personalizar e otimizar suas funções, de acordo com suas necessidades.

 

Conhece outras ferramentas que gostaria de compartilhar? Conte para a gente nos comentários! Aproveite, também, para conferir uma lista de livros indispensáveis para todos os redatores clicando aqui, dica do Meu Redator.

SEMRush: O que é e como utilizar essa ferramenta no seu site

Desde o surgimento da internet, as estratégias de marketing têm sido reinventadas. Hoje, o bom trabalho de SEO (Search Engine Optimization) pode ser a grande diferença para o sucesso de uma empresa, e por isso especialistas nas técnicas têm sido cada vez mais procurados. Continue reading “SEMRush: O que é e como utilizar essa ferramenta no seu site”

Marketing de Conteúdo: Muito além de vendas

Quando você está precisando de um serviço ou produto, logo vem em mente buscar conhecer marcas confiáveis e de qualidade antes de adquiri-lo. Se ao pesquisar encontra rapidamente uma marca que possui informações claras e seguras, conteúdo criativo e ainda outros assuntos que possam lhe interessar, adquirir o produto será apenas uma consequência.

É muito mais promissor, agradável e acessível ter esse tipo de relação com os clientes do que tentar abordá-lo em meio à multidão ou atrapalhar seu lazer com propagandas fora de contexto. Através da plataforma Meu Redator essa marca com diferencial no mercado pode ser a sua!


Conheça a plataforma Meu Redator

Atualmente contamos com mais de 300 Redatores de Conteúdo capacitados para elaborar textos de qualidade impecável nas mais diversas áreas do conhecimento com experiência e criatividade, além de responsabilidade com os clientes e prazos estabelecidos. No Meu Redator, você avalia o trabalho dos nossos redatores e pode sugerir alterações para os seus textos fiquem do jeito que você quer.

Os redatores de conteúdo trabalham com visão holística do mercado e buscam conhecer as necessidades cotidianas dos consumidores, dessa forma, elaborando textos com o objetivo de criar pontes entre a marca e o interesse do público alvo. A criação de conteúdo para sua empresa é feita com o auxílio de técnicas de SEO (Search Engine Optimization) e copywriter, que agregam valor a marca e otimiza as buscas online.


A importância do Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo é um grande aliado para ideias inovadoras no mercado, pois pode alavancar um projeto ainda pouco conhecido, levando ao futuro cliente a importância do produto e como ele está incluso em suas vidas. Para as empresas já consolidadas, o Marketing de Conteúdo é fundamental para manter a fidelidade dos compradores, através do Upgrade contínuo dos veículos de comunicação da marca, principalmente os sites e blogs, aproximando o cliente e fortalecendo a confiança no produto.

Além dos benefícios citados, é importante salientar um dos pontos que pesa bastante na hora de escolher a estratégia de marketing: o custo-benefício. Quando se trabalha com marketing convencional os custos para divulgação de serviços é bem alto, pois é realizado para o público geral. Já no Marketing de Conteúdo, o foco da divulgação é direcionado somente para o público-alvo, que procura espontaneamente pelo serviço que sua empresa oferece. Como se não bastasse, você ainda consegue acompanhar com muito mais facilidade os resultados que estão sendo obtidos, por meio de acompanhamento dos dados de acesso dos clientes ao conteúdo da marca, quais são os mais visitados e quais precisam de atenção para ganhar valor de mercado.


Os benefícios de investir em Marketing de Conteúdo

Torne sua marca visível nas mídias sociais, nas quais sua empresa pode compartilhar os conteúdos desenvolvidos, diretamente com os consumidores e aumentar exponencialmente as visualizações do seu trabalho. Pois bem, sua empresa gostaria se aproximar dos clientes, trazer informações úteis e vender seus produtos, mas tem receio de não conquistá-los o suficiente para ocorrer a próxima venda? Mais uma vez o Marketing de Conteúdo surpreende em sua funcionalidade, pois permite que o empreendedor mantenha contato com o consumidor mesmo depois de adquirir seus serviços, para auxiliá-los com dúvidas sobre os produtos e na resolução de problemas que possam surgir.

Estes são apenas alguns dos benefícios do Marketing de Conteúdo, a estratégia de publicidade que já tem seu espaço no mercado e que está crescendo a cada ano. Ande sempre um passo à frente da concorrência, mantenha a imagem da sua marca atualizada e presente no dia a dia dos clientes, aposte no Marketing de Conteúdo!

6 passos importantes para seu site aparecer nas buscas do Google

Passos importantes para que seu site apareça de forma relevante no Google.

1- Conhecendo SEO

Itens essenciais para a criação de títulos de páginas únicos e precisos, e a utilização de Meta Tag descritiva.

O que é SEO?
O SEO  (Search Engine Online) é o trabalho de estruturação do seu site para os mecanismos de buscas.

O que é Meta Tag?
Existem algumas técnicas para o seu site aparecer no Google, e duas delas são essenciais: a criação de títulos de páginas precisas e a utilização de Meta Tag descritiva. A Meta Tag nada mais é que o resumo do texto que irá na página do seu site, contendo as palavras-chave.

Como funciona na prática?
É de extrema importância a elaboração bem pensada do título do conteúdo que você irá desenvolver para o seu site. Ele deverá transmitir o que o seu público estará procurando, de forma curta e clara. Por exemplo, caso você tenha uma concessionária de veículos da Chevrolet e venda veículos seminovos, um exemplo e título para um conteúdo no blog do seu site seria:

[blockquote source=””]“Onix ou Prisma? conheça 10 características que te ajudarão a escolher qual dos dois é o modelo ideal para você”[/blockquote]


A Meta Tag é a descrição chave do seu conteúdo:

“Conheça as características dos veículos Onix e Prisma, dois veículos da Chevrolet, e descubra qual é o modelo ideal para você, comparando gasto com combustível, potência do motor, valores de mercado e até mesmo o espaço interno de cada modelo”


Esses dois conteúdos citados (título e descrição), se combinados, promovem uma melhor indexação do seu site no Google.  a utilização dessas técnicas  é importante na criação de textos não só do seu blog, mas como de todas as páginas do seu site. Pense em cada título de página, pois são esses títulos que aparecerão no índice de buscas, no Google. Portanto, é imprescindível que eles deixem claro o tema do post. Imagine o Google como um guia de páginas amarelas listando diversas empresas, dentre elas, a sua: seu título deverá apresentar de forma sucinta e curta o assunto principal, e a Meta Tag trará a descrição objetiva.

 

 

2 – Melhorando a estrutura do site

Como melhorar a estrutura dos URLs e simplificar a navegação no site:

O segundo passo para a formatação de um site é a formatação de uma estrutura de links (apontamentos de páginas) que aponte, de forma fácil, para o que estará no seu site.

 

O que é?
O uso de URL amigável (friendly url) consiste no endereço amigável das páginas do seu site.


Como funciona na prática?
Continuando a usar o exemplo anterior: Se a sua concessionária de veículos possui uma página do seu site listando os veículos usados, um endereço amigável seria www.seusite.com.br/veiculos-usados/ ou www.seusite.com.br/veiculos-usados-chevrolet/.  Já um exemplo de URL não amigável seria algo como: www.seusite.com.br/codpg293-1.php ou ww.seusite.com.br/paginaindex/conteudo32.html

Ou seja, quando exibe códigos, o endereço não reflete de forma clara o conteúdo da página, dificultando a leitura dos robôs do Google. Ficou claro?


3. Otimizando conteúdos 

Ofereça conteúdos e serviços de qualidade; melhore o seu texto âncora; otimize a utilização de imagens e utilize heading tags apropriados.

 

No nosso exemplo da concessionária de veículos Chevrolet você precisa achar interessados em comprar seu veículo pela internet, certo? Antigamente, quando a internet não existia, ou não estava presente de forma tão constante na vida das pessoas, o acesso à  informação ficava restrito ao contato dos clientes com os vendedores das lojas. Ou seja, quando queríamos tirar dúvidas e escolher o veículo que mais se encaixasse em nossas preferências, era a ele que recorríamos.

 

Hoje o processo mudou. Com a familiarização da internet, o processo de vendas está mudando e dando poder a nossa escolha. Estamos buscando mais informações na internet antes de efetuarmos a escolha e efetuarmos uma compra. Sabemos de antemão qual veículo caberá no nosso orçamento, qual o consumo médio de cada modelo, as vantagens e desvantagens do veículo pesquisado, pois, agora, podemos encontrar esse conteúdo na internet. Por esse motivo, seu site deverá agir como um completo vendedor. A dica é: escreva conteúdos que o seu público procura. Para isso, é preciso que você entenda a dor do cliente, entenda quais questões são mais perguntadas aos vendedores e desenvolva conteúdos esclarecedores, já que agora seu site é quem tem a função de tirar dúvidas e ser uma autoridade no assunto! Esta postura fará com que seu site apareça de forma mais sucinta nos buscadores.

 

O que é heading tags?
As heading tags (h1 – h6) foram criadas  no intuito de dar destaque ao seu conteúdo. Elas marcam pontos no seu texto. Cada título do seu texto deverá ter uma marcação que vai do h1 (título grande de destaque) ao h6 (título de menor tamanho de destaque). Isso facilita a leitura e formatação do seu site, além de ajudar o Google a identificar o que merecerá destaque no texto.

Exemplo prático:
<h1>Onix ou Prisma? 10 características que te ajudarão a escolher qual dos dois é o modelo ideal para você</h1>

Observe no exemplo de h1 acima que foram utilizados algumas possíveis palavras-chave do conteúdo do seu site e que o texto está escrito de forma clara, para que o o usuário consiga entender. Foi utilizado o h1 para dar maior destaque.

<h2>Conheça as características dos veículos Onix e Prisma</h2>

Observe que o h2 é uma subseção do h1. Observe também que colocamos algumas palavras-chave do site novamente. Isso facilita tanto ao usuário quanto ao mecanismo de busca localizar o conteúdo no seu site. Aqui utilizamos o h2 para dar destaque abaixo da h1.

<h3>Vantagens do Onix</h3>
Assim como no h2, o h3 tem que ser um complemento do h# superior. E essa regra deve ser seguida até a tag H6, ok?

 

4 – Lidar com os Rastreadores (Crawlers)

Use o robots.txt com eficácia; esteja atento ao atributo rel=“nofollow” para hiperligações.

O Google utiliza robôs para indexar os sites. Também conhecidos como ‘webcrawlers/spiders’, eles varrem a internet à procura de novos arquivos e conteúdos criados. Diante disso, criou-se uma regra para que cada website possua um arquivo chamado de ‘robots.txt’. Esse arquivo é responsável por listar regras para os robôs que irão indexar o seu site.


E o ‘nofollow’, para que serve?
O atributo rel=”nofollow” utilizado nos hyperlinks do site serve para dizer aos mecanismos de buscas que não é para considerar essa ligação de referência. Isso se faz necessário pois, cada vez que temos um link apontando para um site, estamos enviando ao mecanismo de busca a mensagem de que aquele site é uma ‘referência’ minha, um apontamento. No entanto, se eu preciso citar no meu texto o blog ou site de uma pessoa, mas, por qualquer motivo que seja, não quero dar um ‘voto’ a essa pessoa, eu utilizo o recurso ‘nofollow’.

 

5 – SEO para plataformas móveis 

Desenvolva seu site pensando nas plataformas móveis

Os hábitos dos usuários de internet mudaram muito nos últimos anos, e estatísticas comprovam que estamos passando cada vez mais tempo na internet, por meio do uso de celulares e tablets. Tendo isso em vista, o Google anunciou um novo algoritmo em seu mecanismo de busca. Trata-se de um robô que identifica quais sites possuem estrutura responsiva, ou seja, qual site se adapta a diferentes tamanhos de telas.

Nessa atualização, que entrou em vigor em abril de 2015, os sites que possuem melhor adaptação a diferentes tipos de telas e navegadores têm melhores chances de se destacarem nos mecanismos de buscas.

O site da sua empresa é mais que o cartão de visitas, por isso deve ser disposto de forma sincrônica nos diferentes dispositivos utilizados para acesso à internet. Além disso, deve ser de fácil acesso, instruir o usuário a navegar nas páginas e conteúdos de forma fácil, sem  desviar ou confundir sua atenção.  Pense sempre em termos de mobilidade.
Não esqueça de testar e avisar ao Google que o seu site é responsivo.


6 – Promoção e Análise

Promova seu site da maneira certa

Sabemos que, mesmo que seu site esteja bem adaptado aos passos que comentamos até aqui, seu processo de popularização nos mecanismos de buscas ainda é muito lento. Além de ter a estrutura melhorada, contar com conteúdos atrativos e ser prático, seu site deverá também ser promovido na internet para alcançar resultados de forma mais rápida.

Como fazer isso?

Existem ferramentas como o Google Adwords, por meio da qual você pode promover seu site através de anúncios pagos.

Outra forma de promoção é o uso das redes sociais para destacar sua marca, conectando-a diretamente com seu público. Algumas das redes sociais mais populares são: Facebook, LinkedIn, Google, Instagram, Pinterest, Snapchat e Youtube.

Uma dica fundamental é pensar no seu público antes de sair criando várias contas nas redes sociais. É importante que você faça um planejamento para que, em seus conteúdos, você fale a língua do seu público. Lembre-se de que você não é apenas mais um canal de comunicação: você deve ser atrativo, e seu conteúdo deve ir ao encontro dos interesses de seu público-alvo.

 

Um abraço.